PODERIO ECONÔMICO DOS CONCORRENTES DERROTOU OS SEUS SONHOS

Evento histórico
Milton Parron
Escrito por Milton Parron

Nascido em Franca, o empresário João Augusto Conrado do Amaral Gurgel desde seus tempos de acadêmico na Escola Politécnica da USP, formadora de engenheiros, acalentava o sonho de fabricar veículos cem por cento nacionais. Para isso ele inaugurou em 1969 na cidade de Rio Claro, a Gurgel Motores onde começaram a ser fabricados a partir de 1975 os primeiros veículos tipo “fora de estrada” da marca Gurgel, depois veio o urbano Gurgel BR-800 único carro genuinamente brasileiro. Em 1981 ele lançou o primeiro veículo elétrico da América Latina, o Itaipu E-500. Amaral Gurgel sempre combateu o programa Pró-Álcool por achar que o álcool era um combustível muito mais caro que os derivados do petróleo e também por considerar que o Brasil se transformaria num imenso canavial em detrimento de outras culturas. No dia 21 de novembro de 1985 ele esteve no Jornal Gente da Bandeirantes, para defender seu ponto de vista, contrário ao uso do álcool como combustível:

O sonho do engenheiro Amaral Gurgel acabou no final de 1996 quando em dificuldades financeiras e derrotado pelas grandes multinacionais, foi obrigado a encerrar as atividades de sua fábrica. Treze anos mais tarde, sofrendo há algum tempo do mal de Alzheimer, ele veio a falecer em São Paulo no dia 30 de janeiro de 2009, aos 82 anos de idade. Até hoje vê-se por aí alguns Gurgel BR-800 rodando, a maioria com placa preta em mãos de colecionadores.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.