Mude o nome da galinha, ou mude de cidade, decida!

Alguns jingles divulgados pelo rádio tornaram-se antológicos, tal a sua força de comunicação aliada à própria força do veículo – foi e continua sendo assim. Nas agências de publicidade, eles são conhecidos como ‘jingles ilustrados, jingles com imagens”, tamanha a empatia com os ouvintes. A elaboração de uma peça publicitária demanda um trabalho gigantesco, muito bom gosto, conhecimento do produto anunciado e do perfil do público ao qual ele se destina etc. Por essa razão, os profissionais que atuam na área de criação dos estúdios e das agências de publicidade são muito disputados.

No mês de julho de 1999, no programa Balanço Geral, da Rádio Bandeirantes, seis dos mais renomados publicitários daquela época foram reunidos para contar suas experiências, apresentar jingles históricos e falar de curiosidades dos bastidores. Um dos convidados foi Sérgio Mineiro, parceiro de Renato Teixeira em várias peças publicitárias famosas. Autor de MPB e de trilhas para jingles comerciais, Sérgio Mineiro foi uma das vítimas constantes da censura no período da ditadura militar – pudera!

Sérgio Mineiro, um dos fundadores do estúdio MCR juntamente com Sérgio Campaneli e Renato Teixeira, já é falecido há 15 anos.

Avatar

Milton Parron

Milton Parron começou a carreira em 1960 e testemunhou os grandes acontecimentos policiais, esportivos, políticos e culturais em São Paulo e no Brasil. É um dos maiores repórteres da história do rádio brasileiro.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Milton Parron começou a carreira em 1960 e testemunhou os grandes acontecimentos policiais, esportivos, políticos e culturais em São Paulo e no Brasil. É um dos maiores repórteres da história do rádio brasileiro.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.